Alcance vocal: D3 – B5 – E7
Classificação vocal: Light Lyric Soprano (4 oitavas e uma nota)
Avaliação: A
Recomendo ouvir: Breathing (ao vivo), Bang Bang, Into You, Baby I

Pontos positivos: certa habilidade em mudar sua voz (modulação). Quando deseja alterar o seu tom para entregar uma performance mais coerente com a letra que está cantando, consegue deixar seu tom mais leve ou mais escuro. Pode ser visto, na prática, no vídeo onde imita as cantoras Britney Spears, Christina Aguilera e Celine Dion.

Suas notas baixas, apesar de fracas e inconsistentes, são relativamente fortes, principalmente para uma soprano dessa tessitura. Ariana demonstra uma boa técnica, quanto ao apoio, conseguindo cantar sem tensão um F#3 e, ocasionalmente, descendo até um D3.

Seus belts, ou notas altas, são realmente marcantes. Sua voz mista possui uma ótima qualidade de tom e transparece muita facilidade para serem alcançadas. Ariana normalmente canta um Bb5 sem grande dificuldade, alteração ou distorção indesejada. Podemos notar a naturalidade que tem para alcançar notas tão altas em músicas como Breathing (ao vivo), ou Break Free.

A nota mais alta, na voz mista, que Ariana já alcançou foi em seu cover de Born This Way, da Lady Gaga. Apesar de não cantar mais essa música ao vivo, foram algumas apresentações, o que prova que a nota foi planejada, não só bem executada. Outras notas consistentes que provam sua facilidade e afinidade com uma tessitura alta são: Bb5 (Be My Baby), G#5 (Problem) e G5 (Baby I).

Apesar de impressionar, principalmente por ter essa voz desde muito pequena, suas notas altas na voz mista não são a maior qualidade vocal de Ariana Grande. O seu registro que apresenta melhor técnica é a voz de cabeça, ou seja, as notas mais altas e mais leves.

Sua voz, como um todo, pode ser definida pela palavra leveza. Percebe-se uma incrível facilidade em produzir melismas complicados quando se mantém na voz de cabeça, como podemos ver na apresentação de Santa Claus Is Coming To Town, com Michael Buble. Seu falsete também é brilhante e aparenta boa técnica, até a nota Eb6.

Ariana também é capaz de produzir notas de assovio, alcançado o famoso whistle register. Por suas influências musicais, a artista demonstra um grande repertório e musicalidade, aparentando familiaridade com notas altíssimas, como podemos ver em seu cover de Emotions, da Mariah Carey.

É importante mencionar que Ariana não produz distorção na voz quando alcança essas notas tão altas, o que seria um sinal de técnica incorreta. O som é limpo e não vemos sinal de polifonia (duas notas ao mesmo tempo).

Pontos negativos: é impossível falar dos pontos negativos de Ariana Grande sem falar de sua dicção. O que é incoerente, se lembrarmos que ela possui treinamento teatral, tendo trabalhado com um dos gigantes da Broadway, o Jason Robert Brown. Sua dicção pode gerar confusão quanto à letra, não sendo possível compreender o que está sendo cantado, porém é importante manter em mente que a dicção pode estar atrelada à outro fator. Na Dangerous Woman Tour, Ariana demonstrou muita tensão ao cantar tanto notas altas quanto baixas e médias, tanto tensão na língua quanto no maxilar. Se levarmos em consideração que sua dicção se perdeu depois de sair do teatro, sua pronúncia pode ter gerado essa tensão, que se acumulou e criou uma bola de neve. Após a turnê acabar, e sua voz descansar, a tensão na sua voz é notavelmente menor, porém sua dicção ainda não apresenta melhoria.

Outro ponto potencialmente negativo é a sua voz mista. Apesar de ser impressionante e seu tom ser agradável, a qualidade das notas apresenta grande porcentagem de voz de cabeça. Ou seja, basicamente, ela é leve demais, o que pode não ser tão saudável à longo prazo, principalmente se atrelado à uma qualidade nasal, que é o caso.

Seu apoio também é relativamente inconsistente, apresentando tensão em notas “fáceis” de vez em quando. Outro ponto negativo também aparece em algumas notas mais altas, quando sua laringe sobe e modifica o som mais do que deveria. Seu G5 em Dangerous Woman muitas vezes soa fino demais e “forçado”, como se o espaço para o som sair estivesse “menor”.

Conclusão: Ariana Grande possui uma ótima musicalidade e conhece muito bem a própria voz. Sabe do seu potencial e cuida bem de seu instrumento, sem tomar muitos riscos, nem abusando de sua saúde vocal. Demonstra grande naturalidade, por ter essa voz desde muito nova, porém também evoluiu muito, vocalmente falando. Sabe que notas alcançar e sabe quando descer o tom e se prevenir. Tem espaço para melhorar, porém mantém uma boa técnica, merecendo uma classificação nota A (9).

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] marco a rendeu o título de uma das maiores vozes da música pop deste século, ao lado de Rihanna, Ariana Grande, Lady Gaga, Beyoncé, entre tantas […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *